Exibição de documentário sobre o livro ‘Quarto de Despejo’ marca início do Junho das Pretas

O mês de Julho é marcado por datas comemorativas de consciência sobre o papel da mulher negra pelo mundo. No dia 31 é comemorado o Dia da Mulher Afro-Latina-Americana e Caribenha e no Brasil, o Dia da Mulher Negra é comemorado no dia 25. Para celebrar estas datas, o Núcleo do Mulheres de Roraima – Numur, em parceria com a Articulação de Mulheres Brasileiras, realiza o ‘Junho das Pretas’, com um calendário semanal de atividades de sensibilização e debate sobre mulheres negras e seu lugar na sociedade.

Para abrir o cronograma de atividades, será exibido nesta quinta-feira (5), às 19h, no cinema do Sesc Mecejana, o documentário ‘Vida de Obra de Maria Carolina de Jesus’. Após a exibição, será aberta uma roda de conversa para discutir e debater o conteúdo exibido.

Andréa Vasconcelos, do Numur, ressalta a importância de se debater sobre a vida de uma escritora como Carolina Maria de Jesus. “Vamos falar da história de uma mulher negra, pobre, favelada, que criou seus filhos sozinha e escreveu uma obra conhecida no mundo todo, mas pouco apreciada no Brasil. Iremos por em pauta essa realidade que mulheres negras em todo o país vivem, de invisibilidade, racismo e preconceito”, explicou a organizadora.

A exibição do documentário e a roda de conversa são atividades gratuitas e para todas as idades,

Lembrando que além do evento no dia 5, o Mês das Pretas contará com mais atividades no decorrer das próximas semans. Rodas de conversa, debates, oficinas de turbante e feirinha fazem parte da programação. Para informações sobre o calendário de atividades, acompanhe o Roraisul em nosso site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *