Associação de proteção aos animais pode virar instituição de utilidade pública

O deputado estadual Jorge Everton (MDB) apresentou um projeto de lei para declarar de utilidade pública a Yawara Associação de Proteção Animal. Com este status, a Casa poderá viabilizar recursos de emendas parlamentares para auxiliar a instituição, que hoje funciona por meio de doações e trabalho voluntário. A proposta está em tramitação na Assembleia Legislativa de Roraima (ALE-RR).

O parlamentar explicou que a Yawara faz um papel importante quando retira das ruas animais abandonados, alguns até acidentados e machucados. “Com essa atitude, os associados ajudam na conscientização social das pessoas e no apoio desses animais”, explicou.

Ele destaca que além de promover relações harmoniosas entre humanos e animais, a associação atua na defesa do meio ambiente, realiza pesquisas e divulga informações relacionadas à proteção dos animais. “A associação promove ações voluntárias como resgate de animais vítimas de abandono e maus tratos, recuperação, castração e adoção, e só conta com as ajudas voluntárias que lutam, diariamente, pela melhoria das condições de vida desses seres indefesos”, argumenta o parlamentar.

A diretora da associação, Andréia Marques, disse estar otimista quanto à aprovação deste projeto, que irá ajudar a resolver a maior dificuldade da instituição: recursos financeiros. “Hoje temos gastos mensais de aproximadamente R$ 5 mil somente com as clínicas veterinárias. Estamos otimistas com a aprovação deste projeto, pois, dessa forma, poderemos atender mais animais”, comentou.

A estrutura da unidade permite a acomodação de apenas 40 animais, mas para não deixar os demais desassistidos, os voluntários intermedeiam adoções e acolhimento com tutores temporários. A Yawara ajuda, direta ou indiretamente, cerca de 300 animais por mês, a maioria vítima de câncer ou outras doenças que requerem internação em uma clínica veterinária.

YAWARA – Criada em 2009, a associação Yawara (nome de origem indígena que significa animal de quatro patas) já ajudou aproximadamente 7 mil cães e gatos, com alimentação, medicação, vacinas, castrações, cirurgias e consultas veterinárias.

As necessidades constantes da associação são: novos voluntários; materiais de limpeza; coleiras, guias ou peitorais; caixas de transporte e casinhas para abrigo; medicamentos (dentro do prazo de validade) e ajuda financeira, que pode ser depositada diretamente na conta da ONG ou diretamente em uma das clínicas parceiras. Quem quiser ajudar pode entrar em contato pelo telefone (95) 99171-5500.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *